jump to navigation

DO QUE A VIDA É FEITA? – RICARDO GONDIM junho 29, 2008

Posted by Carlos Barreto in Devocionais, Evangelho, Graça.
add a comment

 

 //www.buscatematica.net/imagens/crianca-2.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

A vida é um caldo de dores e de alegrias – tem dias que o lamento excede a felicidade. Vivemos no aguardo do “dia mal”, aquele, quando não sobram forças para soluçar – ninguém se engane, o “dia mal ” é inexorável.

A vida é uma tensão constante entre bons e maus desempenhos – tem dias que nos envergonhamos dos nossos impulsos, da nossa ingenuidade e da nossa paixão desenfreada. Não passamos de “palhaços das perdidas ilusões, cheios dos guizos falsos da alegria andamos cantando a nossa fantasia entre as palmas febris dos corações”.

A vida é uma gangorra entre desejo e decepção – tem dias que as decepções revelam a ilusão dos nossos sonhos. Acordamos e a realidade nos esbofeteia.

A vida é uma guerra entre verdade e mentira – tem dias que nos encantamos com a mentira; depois choramos a nossa ingenuidade. Não contabilizamos a dor da utopia e somos angustiados com a perdição.

A vida é uma corrida entre o presente fugaz e o futuro incerto – tem dias que apostamos no porvir e perdemos. A ampulheta não pára e acabamos atropelados pelo pião do dia-a-dia, que esparrama o restinho da nossa dignidade.

A vida é uma negociação entre coração e razão – tem dias que o coração deixa a razão para trás e atola no areal da solidão. A pouca razão do amor é infantil; suas cartas, ridículas; seus apelos, inconseqüentes.

A vida é um equilíbrio entre céu e inferno – tem dias que incandescemos o hades porque desvalorizamos a inquietação alheia. Com vontade de encontrar a felicidade, desdenhamos a melancolia do outro e o pôr-do-sol da amada. O frio da madrugada egoísta gela toda a paixão.

Soli Deo Gloria.

Anúncios

LEI DA MORDAÇA junho 25, 2008

Posted by Alexandre Araújo in Artigos, Geral.
Tags: , ,
add a comment

Amanhã haverá grande manifestação em Brasília contra a PLC122, cujo texto de projeto de lei pode ser lido no seguinte site: http://www.senado.gov.br/sf/publicacoes/diarios/pdf/sf/2006/12/14122006/38854.pdf

Muita gente vem me escrevendo acerca do tal Lei Contra a Homofobia pedindo de mim uma opinião, a qual, tendo em vista que em geral os “religiosos” são homofóbicos mesmo, não me interessei nem em ver o texto e menos ainda em discuti-lo.

Ontem, no entanto, atendo ao pedido de uma pessoa amiga e que ocupa o cargo de Senador da Republica, li o texto a fim de dar a minha opinião. Ora, a simples leitura do texto do projeto de lei me evidenciou de saída o fato de que o tal projeto não apenas incorre em várias inconstitucionalidades, mas, também, muito além disso, cria precedentes hostis e perversos, sem falar que dá, em tal caso, aos queixosos homossexuais, um poder de arbítrio sobre inúmeras áreas da vida comum, gerando o espaço legal para grande quantidade de exageros e exacerbações.
(mais…)

APENAS AME junho 23, 2008

Posted by edcaminho in Reflexões.
Tags:
add a comment

Cada geração deve compreender o significado do Evangelho para si e depois de si para o mundo. O mundo é um produto da consciência e da ação do homem. Para cada consciência um mundo. E se o mundo é a produção do homem num determinado tempo, a cada reconfiguração humana, equivale, também, a um novo mundo.

Assim, o homem medieval chamava de mundo a ambiência psico-social composta por castelos, reinos, batalhas, tabernas, feudos, nobres, clero, hortas familiares e outras coisas do gênero. Por vez, o mundo industrial europeu do séc 17 tinha na fábrica e no proletariado seus pilares. Toda gente vivida naquela época experimentava em graus e oscilações distintas, concepções e sentimentos próprios da sociedade que descobria o trabalho fabril e com ele as injustiças sociais, isso para o enriquecimento ávido de alguns.
(mais…)

Soma não zero junho 17, 2008

Posted by Alexandre Araújo in Outros, Reflexões.
Tags: ,
add a comment

Há um debate nas ciências e em toda a reflexão filosófica que sempre de novo ressurge e que está presente também na cotidianidade de nossa existência. Olhando as coisas como estão no mundo, seja no seu aspecto social e ecológico – os desastres que estão ocorrendo com milhares de vitimas – seja considerando a nossa própria vida, cheia de contradições, de parcos momentos de felicidade e longos de tribulação, nos interrogamos: a vida tem mesmo sentido? Não é tudo um jogo contraditório, onde crimes se misturam com virtudes, esperteza se junta com generosidade e farisaísmo com retidão? Não raro encontramos pessoas que de fora se mostram gentis e ternas, mas que de perto se revelam voluntaristas e, não raro, muito autoritárias.

Costumamos dizer que essa é a condition humaine que nos faz sapientes (sapiens) e simultaneamente dementes (demens). Com efeito, somos a coexistência sofrida desses contrários. Será sempre assim? Conseguiremos, em nossa vida, imitar Deus que escreve direito por linhas tortas?

Estas angustias não poupam pessoas religiosas e até intelectualmente bem formadas. A fé não tira o fiel destas obscuridades. Que o digam os místicos como São João da Cruz que fala da “noite escura dos sentidos” onde todos os deleites da vida desaparecem e a aridez assola a alma. Mas isso é apenas o começo. Depois virá “a noite do espírito”. Esta é “terrível e amedrontadora” porque mergulha a alma na experiência do inferno e na completa ausência de Deus.
(mais…)

ESMAGADOS PELA GRAÇA – RICARDO GONDIM junho 14, 2008

Posted by Carlos Barreto in Geral.
1 comment so far

Li “Os Miseráveis” e me assombrei com a genialidade de Victor Hugo. O personagem central da narrativa é Jean Valjean, um egresso das galés. Impressionei-me como Victor Hugo construiu a história desse homem bom que lutou contra circunstâncias difíceis e gente perversa.

Livre há quatro dias, Jean Valjean não encontrava quem o acolhesse devido ao seu passado. Sua fama o prejudicava. Cansado, com frio e faminto, precisava descansar. Sabendo que o prenúncio de chuva o mataria, Valjean procurou um albergue. Em vão. Até os cachorros o enxotavam. Desesperado, encontrou uma pessoa que lhe indicou a casa do bispo da cidade, D. Bienvenu. A anônima samaritana disse que o  santo homem de Deus lhe daria hospedagem.

Quando bateu na porta da casa do bispo, Jean Valjean não escondeu sua vida pregressa. Mesmo assim, D. Bienvenu o hospedou, convidou para dividir a ceia e ainda lhe forneceu bons lençóis para a noite de sono. O ex-presidiário, entretanto, ainda padecia os efeitos de uma vida marcada pelo estigma do crime. Valjean ainda estava assustado com o mundo; era como um animal encurralado que precisava se defender.

Valjean então resolveu fugir da casa do bispo pela madrugada, roubando os talheres de prata. Contudo, não conseguiu ir muito longe. Logo os guardas o pegaram, reconheceram as insígnias do bispo na prataria e o conduziram até a casa que lhe acolhera para ser reconhecido antes de ser devolvido ao cárcere. (mais…)

UM DIA A GENTE APRENDE… WILLIAM SHAKESPEARE junho 9, 2008

Posted by Carlos Barreto in Outros, Reflexões.
22 comments

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se, que companhia nem sempre significa segurança, e começa a aprender que beijos não são contratos, e que presentes não são promessas.
Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança; aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo, e aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais, e descobre que se leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida; aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias, e o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida, e que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. (mais…)

DESPEDIDAS NECESSÁRIAS – RICARDO GONDIM junho 7, 2008

Posted by Carlos Barreto in Geral.
add a comment

Posso até já ter aceitado, mas não tolero a idéia de voltar a subir num palco de show gospel. Já paguei o mico de dar uma “palavrinha” entre um artista e outro e depois me perguntar: “O que foi mesmo que fui fazer ali?”.

Criei verdadeira rejeição aos chavões que, nesses grandes espetáculos, presumivelmente exaltam a glória de Javé. Rostos pingando de suor e mãos levantadas pelo frenesi bem encenado de “levitas” sinceramente vazios, não me impressionam mais.

Tento, mas não consigo entender a utilidade das “marchas para Jesus”. Talvez sirvam para mostrar aos abutres políticos do país, o naco eleitoral que os apóstolos de plantão conseguem juntar. A bem da verdade, nessas marchas, os trios elétricos arrastam os crentes para um carnaval fora de hora. Podem atrapalhar o trânsito do sábado, mas a comunidade gay perceberá que os crentes são numerosos e igualmente espalhafatosos!

Já fui um pastor engomado, mas hoje desdenho dos ternos Armani, das abotoaduras de ouro, dos relógios cravejados de brilhante que compõem o kit dos “servos” de Deus que, com tique nervoso, ajeitam a gravata para mostrar como a “unção” lhes inchou o pescoço.

Rio sempre que me deparo com as estatísticas dos crentes. Li que um evangelista vinha conseguindo “ganhar” cem mil almas para Cristo por ano; determinada missão, que se notabilizou por mostrar o filme Jesus, “converte” dezenas de milhões por mês; um missionário alemão, que carrega a maior tenda do mundo pelo circuito africano, reporta números astronômicos; um pastor americano afirma ter vendido mais livros do que qualquer outro autor secular ou religioso em todos os tempos. Se der crédito, a população da terra já se converteu umas cinco ou seis vezes.

Suspeito dos testemunhos de milagre com o mesmo cuidado com que abro a carta que me diz que ganhei trinta quilos de ouro em um sorteio que nunca participei. Se todas as maravilhas propaladas nos programas de televisão e todas as intervenções sobrenaturais anunciadas no rádio acontecessem mesmo, certamente, a renda per capta da América Latina seria maior do que a da Suíça e a comunidade científica já estaria pesquisando o segredo do câncer erradicado entre os pentecostais.

Chega o tempo em que fases, processos e estações se encerram. Torna-se necessário se despir da antiga pele para se recobrir da nova. Quando dou as costas para muita coisa, pressinto a Terra Prometida além do rio que luto para atravessar.

Soli Deo Gloria.

Em Tua Casa junho 4, 2008

Posted by Alexandre Araújo in Música, Outros.
Tags:
add a comment

Manos, ouçam esta linda canção!

A letra e a música é de autoria do Ricardo de Paraty. Quem lembra? Ele já cantou diversas vezes lá na Estação.

Em Tua Casa Oh Senhor
Minha vida entreguei a Ti
Para ser servo fiel
E seguir aos passos seus Senhor

Em Tua Casa Oh Senhor
Minha vida fez adoração
És nosso Deus que amou
Este mundo sofredor
E por nós deu seu filho Jesus

Que preencheu o vazio do viver
E preparou os Céus
Pra dar de herança aos Seus

Vivo feliz, minhalma canta sem parar
Pra Ti que me deu forças pra lutar
A Deus eu dedico meu louvor
É precioso para mim engrandecer Seu Nome
A Deus eu dedico meu louvor
É precioso para mim engrandecer Seu Nome

Crer, vida abundante ter,
Este mundo transformar
Por Seu poder Seu Nome exaltar

Crer, em Seu Espírito operar,
As nossas almas curar,
Nos convencer do mal

Crer que Jesus Cristo nos lavou
E seu Espírito me transformou
Pra ter acesso ao Pai

PONTES INDESTRUTIVEIS – CHARLIE BROWN JR junho 3, 2008

Posted by Carlos Barreto in Geral.
add a comment



Buscando um novo rumo que faça sentido nesse mundo louco com o coração partido
Tomo cuidado para que os desequilibrados não abalem minha fé pra eu enfrentar com otimismo essa loucura
Os homens podem falar mais os anjos podem voar
Quem é de verdade sabe quem é de mentira.
Não menospreze o dever que a consciência te impõe não deixe pra depois valorize a vida

Resgate suas forças e se sinta bem, rompendo a sombra da própria loucura.
Cuide de quem corre do seu lado e de quem te quer bem
Essa é a coisa mais pura

Fragmentos da realidade estilo mundo cão, tem gente que desanda por falta de opção.
Toda fé que eu tenho to ligado que ainda é pouco
Os bandidos de verdade tão em Brasília tudo solto
Eu faço da dificuldade a minha motivação
A volta por cima, vem na continuação.
O que se leva dessa vida é o que se vive o que se faz
Saber muito é muito pouco, ‘Stay Will’ estejam e paz. (mais…)