jump to navigation

NOSSO ENCONTRO NESTE DOMINGO… março 13, 2012

Posted by Carlos Barreto in Geral.
add a comment

 Imagem royalty-free: Laughing couples toasting with Champagne outdoors 
ENCONTRO DE CELEBRAÇÃO
 
Pessoal e  irmãos no Caminho,
 
Paz & Bem!!!
 
No ultimo encontro resolvemos  que o encontro começará
 
às 10:00h com a Celebração da Ceia do Senhor, e que  logo após
 
iremos almoçar juntos na própria Estação.
 
Uma turma ficou de levar a comida, a outra a sobremesa.
 
Com isso se você for almoçar conosco, leve um refrigerante
 
e os descartáveis ( Pratinho, Garfinho, guardanapo e  faquinha).
 
Será muito bom revê-los você e sua família.

Venha e traga sua família e amigos, será um momento de Comunhão,

Graça e Alegria uns com os outros.

Informações: e-mail caminhomesquita@bol.com.br
Tel: 7841-7320 ( Alexandre)
       9289-5991 ( Carlos)
Obs: Dia 18 /03 não haverá encontro à noite!

Anúncios

CAMINHO CULTURAL março 5, 2012

Posted by Carlos Barreto in Geral.
add a comment
 
CAMINHO CULTURAL
 
Queridos amigos no Caminho,  
 
Queremos convidá-lo  você e sua família para o nosso Caminho Cultural, dia  17/03 às 14:00h, na ocasião
 
estaremos visitando a exposição  da Tarcila do Amaral no CCBB no Centro do Rio de Janeiro .
 
Uma das mais importantes e emblemáticas artistas brasileiras. Tarsila do Amaral tem seu nome registrado na
 
história da arte brasileira como uma vanguardista com presença marcante no Modernismo Brasileiro
 
envolvendo-se de forma direta nos movimentos Pau-Brasil e Antropofágico.
 
Após a visita, estaremos  juntos saindo para fazer um lanche.
 
Informações:
 
Carlos Américo: 9289-5991
 
Alexandre Araújo: 7841-7320
 
Michele Araújo:7848-0084
  

O CENTURIÃO E MELQUIZEDEQUE: UM ENCONTRO COM JESUS março 4, 2012

Posted by Carlos Barreto in Geral.
add a comment

Amar aos romanos nos dias de Jesus era considerado pecado em Israel. O que lá valia, especialmente na segunda parte, era: “Ama a teu próximo; e odeia ao teu inimigo”.

É obvio que havia romanos que se faziam amar, porém, declarar-lhes amor publicamente não era apropriado. 

Quando o Centurião Romano vem procurar Jesus e pede ajuda para o seu empregado, ouve Jesus se oferecer para ir até a casa dele. Ele porém, disse que não era digno daquela visita, e que sabia que sendo Jesus a Autoridade, bastava que Ele desse uma ordem, pela simples palavra, pois sabia que assim seu servo seria curado. E explicou que sabia que era assim em razão de que ele mesmo era homem que respondia com obediência aos seus superiores, e que também fazia sua autoridade valer em relação àqueles que lhe obedeciam, aos quais, ele, quando dizia, ‘vai’, a pessoa ia; quando dizia ‘vem’, a pessoa vinha; e quando dizia ‘faz’, feito seria. Desse modo, Ele diz: “Apenas ordena com tua palavra e o teu desejo se cumprirá, pois sei quem és; sei que tu és Autoridade”.

Quando Jesus ouviu o Capitão Romano dizer isto, entrou em estupefação de alegria. E exclamou: “Em todo Israel eu não encontrei ninguém com essa qualidade de fé”. E acrescentou: “Vai em paz; a tua fé te salvou; o teu servo está curado”.

Então, voltou-se para os que o circundavam, gente de todo tipo, indo de fariseus casca grossa, passando por gente da classe sacerdotal, atravessando escribas dedicados à exegese das Escrituras, perpassando revolucionários e fundamentalistas religiosos ou ideológicos; e, sobretudo, atingindo Seus discípulos e gente simples do povo—e lhes disse: Em verdade eu digo que muita gente virá do longínquo Oriente, e do distante Ocidente, do Norte, e do Sul, de toda a terra, e participará da mesa, da Festa, da Ceia, do Banquete do Reino, na companhia de Abraão, Isaque, e Jacó; enquanto muitos dos que se intitulam “filhos do Reino”, ficarão de fora. (mais…)